☆ Sobre mim
☆ My Space
★ meu myspace
☆ FREEfotolog
★ o meu FREEfotolog
☆ Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


☆ tags

todas as tags

☆ Posts mais recentes

07.03.2010 - Continuação ...

Para o meu amor <3

Dreams

Duas faces

Meu pôr-do-sol...

Já não sei fugir...

Questionário sobre mim

<3

About me...

Sinto que mereço mais...

Vocês são tanto... :')

Irmã...

Frases da minha vida - 20...

Tretas que toda a gente f...

Para onde o vento me leva...

☆ Posts mais antigos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

☆ pesquisar
 
Quarta-feira, 10 de Março de 2010
07.03.2010 - Continuação da Saga da minha vida

Não devia escrever isto aqui...
Ninguém devia ler isto...
Ninguém pode ler isto...
Mas para o caso de algo de mais grave acontecer...
Para o caso de um dia não poder mais falar...
Vou contar o que se passou neste dia...

Para quem me conhece, isto é normalissimo...
Ainda assim, para o caso de pessoas curiosas k mal me conheçam quererem ler isto...aconcelho que não o façam.

...
Era domingo, e como todos os domingos tenho de preparar tudo para vir para a covilhã...
Acordei tarde porque era domingo:levantei-me, almocei, reparei que toda a gente tinha levantado o seu prato da mesa ao terminar a refeição à excepção do meu pai, e naturalmente fui tomar banho.

De repente ouço a Tânia gritar: "Tu não bates na minha mãe!!!!"

Saltei da banheira enrolada numa toalha e corri para a cozinha. assim que cheguei escorreguei no chao que estava cheio de água porque a minha mãe atirou o jarro da água para cima do meu pai para poder libertar a minha irmã que estava a levar murros na zona das costelas.

Levantei-me do chão e comecei a gritar que ia chamar a policia e nem assim ele parava de bater na Tânia.

Comecei a marcar o número quando eles pararam...
a Tânia tinha a boca toda rebentada. E isto aconteceu porque:
a minha mae comentou com o meu pai que o prato dele era o unico na mesa e k ela nao era sua criada;
ao k ele respondeu:atiro-o para o chão e fica logo lavado!
a minha mae que estava a lavar a loiça, dirigiu-se à mesa e pegou no prato para o ir lavar.
o meu pai espetou-lhe um murro no nariz e foi aí que a tania se lançou a ele e pronunciou aquela frase que ja enunciei: "tu nao bates na minha mãe"
o meu pai começou a bater na tania nessa altura e a minha mae atirou-lhe com o dito jarro de agua que era de plastico mas ficou desfeito.

No final o meu pai disse à Tânia:
"Se voltas a agarrar-me para a tua mãe me bater, limpo-te o cebo!não é como foi agora, digo-te eu a ti!!!"
ao que momentos depois acrescentou:
"quiseste ir para artes para engordares a alma, mas eu ainda he-de estar ca para te ver bem magrinha a morrer à fome!"

Isto foi o que se passou resumidamente desta vez.

...Penso que não tenho de dizer mais nada...

E isto é a minha vida desde que nasci...


Neste momento sinto-me: apavorada

Publicado por ▌║●๋•ßαby♥Kαтε às 19:12
Link do post | comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010
Para o meu amor <3

Hoje recordo os sentimentos antigos que invadiam o meu coração antes de tudo começar.

Lembro-me de pensar que eras muuuuuito mais velho que eu, e eras! Mas agora já não és, porque aos 15 anos eras muito mais velho do que eu com 11/12, mas agora com 23 tens praticamente a minha idade: 20.

Recordo-me também de certas personagens andarem sempre a gozar comigo por tua causa, ainda hoje não consigo perceber o sentido disso, porque não se passava nada! Estranhamente, essas ditas personagens, foram ter contigo e disseram-te algo bastante embaraçoso para mim, que viria a tornar-se realidade pouco tempo depois.

Fizeram-me músicas. Cantavam-me músicas em coro para chatear, e eram bem sucedidos! Uma delas era uma versão da música “Eu gosto é do Verão” dos fúria do açúcar (“Eu gosto é do João; de jogar de raquete na mão…”) ahahahaha …É claro que eu na altura detestei, porque como já referi, não tinha nenhum sentimento especial em relação a ti, mas agora que olho para traz… pronto, foi amoroso :)

E depois de tanto refilar, de tanto negar, de tanta luta para provar que tudo aquilo era mentira… Percebi que afinal já nem eu acreditava nisso.

Para interromper a história fui de férias para a Suíça. Se queres saber, só me lembrei uma vez de ti e foi quando contei à minha madrinha que era muito estranho gostar de um rapaz de óculos… Foi uma conversa interessante. Realmente só podia ter dito uma coisa daquelas nesses tempos. Ainda devia andar confusa… Lembrei-me que o primeiro amor da minha vida (Titó) tinha-me enviado um postal muito carinhoso do Algarve com um burro… Decidi retribuir a gentileza e mandei-lhe um com uma vaca suíça.

Entretanto fui para o Liceu. De repente fiquei muito mais crescida. Não sei como é que isso aconteceu. Fui pedida em casamento várias vezes pelos alunos do 12º ano que me praxaram, mas nunca aceitei porque gostava de ti.

Fiquei feliz no dia em que percebi que ia partilhar o mesmo autocarro que tu todas as manhãs. Isso pareceu-me um bom motivo para roubar os perfumes à minha mãe, que eram muito mais adultos que os meus. Mas como isso não resultou desisti de os usar. E foi nas aulas de matemática que me senti inspirada pelo Cristiano José e suas tácticas de futebol a pensar numa táctica melhor.

É melhor não descrever, isso sim, destruiria a minha reputação de General por completo.

Acordar depois de uma noite inteira a sonhar contigo era maravilhoso, coisas de menina que já não sou. Mas como isso não bastava, também sonhava contigo no autocarro quando olhava para ti e estava a passar na rádio o “wherever you will go” dos The Calling.

E os dias eram todos bons mesmo que fossem maus, porque te tinha sempre na cabeça e no coração.

Nunca senti nada tão puro, nada que valesse tanto a pena sentir…

Se soubesses como era infinito o meu sorriso, como cantava e dançava como se estivesses a assistir… ahahahaha

Se soubesses as coisas que imaginei para nós, as coisas que jurava que ia dizer e fazer e nunca fiz por vergonha e medo…

Era tão tola :) e eras tu que me deixavas assim…

Mas não tinhas como saber…os teus olhos não alcançavam o que todos viam.

E eu nunca tive coragem para te dizer tudo isto… Porque a minha inocência não mo permitia e também porque as raparigas faziam com que eu sentisse que era impossível…

E com o que sucedeu depois… (não quero recordar) Os meus sonhos contigo morreram e odiei-te, porque o ódio está intimamente ligado ao amor… Só se odeia o que se ama e foi com isto que aprendi isso…

Desisti de ti! Olhar-te nos olhos era tudo o que não podia fazer para alimentar esse ódio disfarçado… Dava-me jeito odiar-te para não ter de sofrer…

E foi por desistir que percebeste que eu existia, foi por desistir, por tentar fugir ao meu destino que me cruzei com ele…

E aí tu fizeste o que eu nunca tive coragem de fazer, disseste o que eu não conseguia pronunciar e os meus olhos foram obrigados a reencontrar os teus…

Nunca mais consegui odiar-te. Fiquei presa àquele olhar até hoje…

Ainda não entendo como este sentimento nasceu, ou como tudo entre nós começou, só sei que me fez bem sentir o que senti, que me fez sonhar mais alto e os meus olhos brilharam mais uma vez.

Hoje senti necessidade de te dizer isto…

Para que saibas que ainda sou aquela menina apaixonada. Para que não esqueças a nossa história. Para que saibas que TE AMO, muito mais do que aquilo que posso escrever.

P.S.: É claro que isto não muda o facto de seres um crarneiro!


Estou a ouvir: The Calling - Wherever you will go
Neste momento sinto-me: Apaixonada

Publicado por ▌║●๋•ßαby♥Kαтε às 23:06
Link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010
Dreams

 

 

Os meus sonhos são os reflexos daquilo que me define, espelhados na água límpida do meu olhar que, inunda o meu rosto mas acaba sempre por lavar a minha alma das adversidades da vida. (Por mim)

 

“Dreams are like the paints of a great artist. Your dreams are your paints, the world is your canvas. Believing, is the brush that converts your dreams into a masterpiece of reality.” (Por Michelle Phan)


Estou a ouvir: Sweet Dreams
Neste momento sinto-me: Sonhadora

Publicado por ▌║●๋•ßαby♥Kαтε às 19:03
Link do post | comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009
Duas faces

Tenho duas faces.

Tenho duas vidas.

Sou duas pessoas.

 

Uns dias acordo e o meu espelho dourado reflecte a minha imagem: uma princesa sonhadora e doce, como se de um anjo se tratasse. A fantasia faz parte de mim, sonho, canto, sorrio; os meus olhos brilham de inocência e sou feliz com o meu vestido de Cinderela que roça o campo de malmequeres onde me perco em pensamentos felizes. Uma flor no meu cabelo castanho avelã, é o suficiente para me encher a alma de pureza e liberdade. Gosto de ser assim, uma menina pequena e não uma mulher!

 

Mas todo o tempo tem um Inverno. As flores morrem, a Natureza adormece, o azul do céu é substituído por múltiplos tons de cinzento. As nuvens choram, embatem furiosamente umas contra as outras, gritam de raiva e cospem fogo. A minha aura desaparece e eu desperto do meu sono de encantar.

 

No acordar desses dias, vejo que também tenho uma vida real, uma vida em que as asas de anjo não existem, não há ninguém que me queira salvar do monstro que é a vida. Entre lágrimas de sangue, sinto o coração saltar do peito, o corpo tremer de choque, a respiração acelerar até não haver mais ar que me satisfaça, que me mantenha viva. Não consigo parar este choro automático apesar de todo o esforço, vergonha e medo… Sei que é fraqueza aos teus olhos, mas eu tenho algo que não sabes existir: um coração, e não suporto ver este sofrimento, este desespero nos olhares deles... Não posso mais levantar-me a meio da noite para vos separar, impedir que se matem, ameaçar chamar a policia e nunca o fazer. Preferia a dor de mil facadas a esta dor, preferia que me arrancassem os olhos, que me cortassem em 100000 bocados e me deitassem no lixo… Dava tudo para não ter mais reflexo. Toda a vida carreguei esta cruz que agora começa a pesar… Hoje tenho de ser uma mulher, tenho de lutar porque outros dependem da minha coragem, da minha vitória. Quero tanto salvar-vos, faria qualquer coisa para vos salvar… Mas não sei o que fazer! Preciso de Deus e do Demónio a meu lado… Não tenho mais força para estar de pé… Mas tenho de vos salvar!

 


Neste momento sinto-me: Morta
Estou a ouvir: il divo - Adagio

Publicado por ▌║●๋•ßαby♥Kαтε às 01:33
Link do post | comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009
Meu pôr-do-sol...


Vi uma pérola laranja no horizonte. O deitar da estrela mais brilhante e lembrei-me de ti, da forma como te aparentas com ela, do modo como me iluminas, e dos reflexos em chama que deixas com um toque no meu cabelo.

Pensei: como é belo o pôr-do-sol, como adorava poder alcança-lo, poder tê-lo nos meus braços aconchegados que são chamados, quase obrigados, a possuírem o seu calor tentador. Como te aparentas com este pôr-do-sol, como gostaria de poder ser eu mesma, estes montes da serra em que te deitas... Matar as saudades que são tantas, recuperar o que matas a cada dia, e esquecer tudo o que foi mau, como se nunca nada tivesse sido mau.

Porque não duras para sempre? Porque é que a noite acaba sempre por cair sobre mim e tu desapareces?

...Estes montes, esta serra, fica triste quando te vais, solitariamente amargurada, com a noite madrasta que cai sobre si. E tu… Tu não estas lá para a iluminares. Porque não duras para sempre?

...Meu pôr-do-sol.




Neste momento sinto-me: Iluminada por ti
Estou a ouvir: Il divo - Everytime I look at you

Publicado por ▌║●๋•ßαby♥Kαтε às 22:30
Link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009
Já não sei fugir...

 

Já não sei fugir. Quando o mal nos deixa de perseguir durante algum tempo, achamos que acabou o pesadelo, conseguimos ser livres, mas não conseguimos recuperar o que não vivemos por esse mal nos condicionar a vida; conseguimos ter muitos momentos felizes mas o nosso corpo fica mais frágil…estávamos tão habituados a lutar que nos vemos obrigados a faze-lo sem motivo, arranjamos problemas para os podermos combater porque já nem sabemos viver sem sentir medo, sem sentir os nervos tomarem conta de nós, sem chorar sangue, agulhas, brasas e ácidos que nos corroem ate não suportarmos mais a dor….não conseguimos viver…fazemos as pessoas que amamos infelizes…e somos tão odiados por elas como odiamos quem nos provocou a mesma dor. Temos consciência disto mas não conseguimos mudar de atitude e sair desta bola de neve…somos reles bocaditos de metal agarrados ao íman…podemos sair mas não conseguimos e nem sabemos porquê…e há medida que o tempo passa vamos ficando mais normais…começamos a construir uma vida…mas quando já estamos demasiado ordinários, quando já não nos sentimos obrigados a chorar, quando já não sorrimos tanto com as pequenas coisas, vem novamente o mal…sem avisar, sem nos deixar preparar…e apanha-nos com violência tal que…não conseguimos lutar contra a obrigatoriedade de lutar por tudo e contra tudo…a raiva fica maior do que foi, o ódio corre-nos nas veias que se rasgam de fúria…e no final só resta dor…só desejamos a companhia de facas…só nos podemos libertar da dor através da dor…mas assim somos escravos da dor…somos? Sou!


Neste momento sinto-me: mal
Estou a ouvir: run away

Publicado por ▌║●๋•ßαby♥Kαтε às 17:51
Link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 8 de Setembro de 2009
Questionário sobre mim

01-Apelido: um dia será Rafael <3
02-Nome: Cátia
03-Alcunha(s): Caty, Kate, Quicha, Cutxy, Mia, Kinina, Kokódila e Kraneirinha Memé
J

04-Sexo:
Feminino
05-Mail msn: Não posso disponibilizar essa informação, lamento!
06-Data de nascimento: 09.04.89
07-Altura: 1.70
08-Peso: 58 kg
09-Cor dos olhos/cor de cabelo: Ambos castanho avelã
10-Irmãos: Dois de sangue e uma do coração ;)
11-Objecto indispensável: sem dúvida o meu telemóvel
12-As coisas k gostas mais no mundo: Família, namorado e esposa e os meus amigos; gosto de viajar, da noite, de festivais de musica, de passeios de barco, de desporto, de animais, de fotografia, das ferias, de compras, de literatura portuguesa, de comida , do meu quarto, do sol, do mar, da praia, do cheiro a terra molhada, de desporto, tanta coisa…
J

13-A coisa mais fixe que viste: Sensation White, absolutamente BRUTAL!
14-O ultimo livro que leste: “Nenhum olhar” de José Luís Peixoto
15-Livro preferido: “A fórmula de Deus” de José Rodrigues dos Santos
16-Desporto favorito: Volei, basket e atletismo, sem sombra de dúvida!
17-A tua revista preferida: Hoje em dia não tenho! Mas gosto imenso das de decoração e moda
J
18-Nome do teu perfume: My amor amor da cacharel e o Ralph Lauren - Hot
19-Para ti qual é o sentimento mais estúpido: O orgulho! Para mim é um sentimento desprezível!

20-Para ti qual é o sentimento mais lindo:
O amor
21-Para ti qual é o sentimento k da sentido a vida: O amor
22-O mais importante na vida: A justiça, o respeito e a saúde, o amor e a felicidade e as pessoas que amo.
23-A coisa mais importante na tua vida: Eu e os meus.
24-A coisa k te chateia mais: o orgulho, a hipocrisia, a falsidade, a maldade, a inveja, a coscuvilhice, em suma, a maior parte das pessoas.
25-A coisa k fazes mais nos fins de semana: aproveitar para estar com as pessoas que não vejo durante a semana.
26-O lugar mais fixe para passar ferias: só posso dizer isso quando conhecer o mundo inteiro
J
27-O teu álbum preferido: não vou dizer
J
28-A musica de k mais gostas: “wherever you will go” dos the calling…
29-O teu estilo de musica: Tudo menos jazz, pimba e kisomba
30-A primeira coisa em k pensas quando te levantas de manha: “São só mais 5 minutos…”
31-A primeira pessoa em k tu pensas quando te levantas de manha: No meu namorado, mas isto era escusado dizer, não?
J
32-Qual é o teu pecado: a Ira! Quando me revolto, á a serio!
33-Deixas tocar o teu telemóvel quantas vezes antes de atender: Depende do tamanho da minha mala, do número de bolsos que ela tenha e do tempo que levar a encontar o telemovel. Seja como for, se eu quiser atender e tiver o telemovel na mão atendo logo, não tenho dessas manias parvas de esperar X tempo para atender.
34-Os nomes dos teus (futuros) filhos: não vou revelar porque é uma coisa só minha e do meu namorado, mas já está mais ou menos pensado
J
35-Não tens orgulho de… : do meu passado, dos problemas que tive com o meu pai
36-A maior vergonha k passaste na tua vida:
não quero falar disso porque foi mais que vergonhoso, foi mesmo grave…foi uma cena à entrada do Liceu à uns anos.
37-A pessoa que te fez abrir os olhos para veres a verdade k n querias ver: nunca aconteceu até à data..
38-A coisa k trazes sempre contigo para dar sorte: um olho de boi, um quartzo rosa e uma nossa Sr.ª de Fátima.
39-A tua cor preferida: branco, preto, rosa , prateado e azul esverdeado.
40-Se pudesses encontrar uma pessoa especial para ti na tua vida, qual seria : Ninguém!  já encontrei todos os grandes amores da minha vida!
41-A tua bebida preferida:  algumas, mas a mais importante á a água!
42-Se pudesses voltar a fazer uma coisa no teu passado qual seria: dizia tudo o que não disse!

43-Se pudesses fazer uma tatuagem, qual seria e onde é k a farias: o que faria não sei, mas os locais seriam o pescoço e o tornozelo.

44-O k é k há nas paredes do teu quarto: Para além de tinta nada porque ainda não encontrei nada que tivesse realmente a ver com a minha personalidade J
45-O k é k há debaixo da tua cama:  o Papão! ahahah
46-Es uma pessoa k vê a garrafa meia vazia ou meia cheia: não sou uma pessoa pessimista nem optimista, sei ver as coisas como elas são.
47-Se pudesses ser uma flor, qual seria: Uma rosa vermelha repleta de romantismo
J
48-O teu numero preferido: 9 porque é o número mais perfeito de todos (3 vezes o 3)
49-O carro dos teus sonhos: hum…ainda não sei.
50- Nomes das tuas melhores amigas: Filipa e Catarina.
51-A ultima vez que ficaste bêbada:  já foi a quase um ano.
52-A tua actriz ou o teu actor preferido(a): Johnny Deep
53-O teu animal preferido: os cavalos marinhos
54-Animal parecido contigo : hum…a pantera cor de rosa!

55-Ja te apaixonaste a serio: Já! Ainda não me curei dessa doença J
56-A ultima vez k ficaste apaixonado: Sinceramente…só me apaixonei uma vez. Tinha eu uns 12 anos
J
57-A ultima vez k magoaste alguém: isso é relativo…
58-Estás apaixonado(a) agora: M U I T O !
59-Ja amaste alguém e até choraste por causa dele(a): Claro!

60-Ja enganaste alguém: talvez, mas nunca traí ninguém!
61-A tua cidade preferida: Tenho várias em mente! Não consigo escolher!
62-A k horas é k te deitas: depende…
63-A k horas é k te levantas: o mais tarde possível!
64-A tua marca de roupa preferida: são muitas! não posso dizer uma só
J

65-O teu estilo: é muito próprio, digamos que…inatingível ;)
66-A tua disciplina preferida na escola: nos meus tempos de Liceu era Biologia e Educação Física, sem dúvida! Agora é Gestão de Recursos Humanos, Direito da Empresa e Organização e Gestão de Empresas.
67-A disciplina k odeias na escola: nenhuma! Mas agora na faculdade o leque é extremamente vasto, mas a pior talvez seja contabilidade financeira.
68-A pessoa mais simpática k conheces: hum…não vou dizer porque depois os não contemplados ficam de beicinho!
69-A pessoa mais linda k conheceste: A minha mãe!

70-A pessoa k mais odeias: Não odeio ninguém…ok, talvez sinta ódio por alguém que as pessoas moralmente achem que eu deveria amar…mas quem me conhece percebe porque é que isso nem sempre é possível…
71-O teu estilo de rapariga(ou rapaz): Por dentro sou muito diferente das pessoas ditas ordinárias, comuns! A minha vida não é fácil e em tempos muito menos. Por tudo o que já passei, ninguém estranha quando digo que tento viver abstraída do passado, e tentando ser o mais “normal” possível.
72-A pessoa k gostaste mais de conhecer este ano: a Tânia Lavrador e a Anabela Arraiano
73-A pessoa k gostaste mais de conhecer durante o verão : ninguém.
74-A tua ultima mentira: não me lembro! Sou muito sincera, não costumo mentir!
75-Como é k te imaginas daqui ha 10anos: Mais  gorda, mais feia  mas com um sonho concretizado!
76-A pessoa c km gostavas de fazer amor: ohh, please! Que pergunta vem a ser esta? nem vou responder… é escusado
J

77-A prenda dos teus sonhos: algo totalmente inesperado, sem motivo e romântico J
78-A coisa k fazes quando estás chateada: depende da gravidade da situação. As vezes choro, outras escrevo, …

79-A melhor coisa k te aconteceu: Ter concretizado um sonho! J
80-A ultima coisa k gostavas de fazer antes de morrer: sei la…

81-A coisa em k tas a pensar agora: Que isto é uma seca!
82-Fumas: Não, nunca, jamais! Tenho amor aos meus pulmões e muito bom gosto
J

83-O teu maior problemas destes últimos tempos: o de sempre… o meu pai.
84-O teu nome na net: Mia ou Baby Kate
J
85-A pessoa mais doida k conheces: O professor Rui Machado! ahahaha
86-A coisa k mais gostas no sexo oposto: os mimos, a protecção, a força…
87-Não consegues resistir a…: A um sorriso, a mimos, a bons planos de coisas para fazer em vez de estudar e ao meu namorado <3
88-A coisas mais louca k fizeste na tua vida: ir ter com o meu namorado as 3 da manha, quando não tinha autorização para namorar e com um pai como o meu em casa…

89-O teu futuro: Espero que Feliz por estar feliz e por as pessoas de quem gosto também o serem.
90-O teu clube de futebol preferido: O Sporting!
91-A coisa k n gostas na maneira de ser das raparigas: Putas, porcas, cínicas, parvas e oferecidas!
92-O k mais gostas num rapaz: que me respeite, que me saiba apreciar, que seja carinhoso e bonzinho, que me dê mimos e que seja invejoso comigo
J tal como o João é J

93-A coisas que não gostas na maneira de ser dos rapazes: que hajam como se não tivessem cérebro, que gostem de se armar em bons, que sejam mentirosos, molherengos e machistas, e claro, que se deixem enganar pelas raparigas!

94-O k pensas dos rapazes k gostam bue de curtir c bue gajas: tenho pena deles por serem imaturos e por isso os levar a ficarem sozinhos um dia.
95-Para ti o k é uma rapariga: uma flor delicada!
96-Para ti o k é um rapaz: Aquele que protege a rapariga.
97-A tua maior qualidade: Ter um grande coração.
98-O teu pior defeito: Ter um grande coração.
99-A coisa de k tens mais medo: Perder as pessoas de quem gosto...e de ser enganada!
100-Para ti o k é a grande amizade: algo que acontece e que não se planeia, é  fazer tudo o que podemos para ver aquele pessoa feliz sem querer nada em troca, é ajudar alguém no que podemos e não podemos e por vezes dizer aquilo que é mais duro de ouvir!
101-Acreditas ao destino? Absolutamente! A vida tem-me provado que nada acontece por acaso!
102-O ultimo filme k foste ver ao cinema: bem, tenho visto tantos! O ultimo foi o “UP altamente” em 3D. Foi muito fixe!
103-A coisa k gostas mais em ti fisicamente: O meu sorriso, porque os outros dizem-me com frequência que tenho um belo sorriso! E como não tenho mais nada de jeito… lol
103-A coisa de k gostas menos em ti: o meu feitio e talvez o meu corpo.
104-A pessoa com que gostarias de ser parecido: Comigo! Com todas as minhas qualidades e ainda mais defeitos!
105-Kual é a pessoa mais importante na tua vida: o meu namorado.
106-Pensas k a vida faz sentido ou n? Não! Para que serve vivermos? para que fim? Que falta fazemos ao universo? Para que servimos? Qual é o nosso contributo para a história do universo se a vida humana se limita a rotinas?
107-O k gostas mais na maneira de ser do(a) teu(tua) melhor amigo(a): Tudo, mesmo! É um conjunto de coisas que faz com que ela seja como é
J

108-O lugar onde querias estar neste momento: a vida ensinou-me que o lugar não importa, só importa a companhia.
109-A coisa de k te arrependes mais: N quero falar sobre isso... ='(
110-Kuais são as pessoas mais fofinhas que conheces: o meu namorado e as minhas pincesas todas
J


Neste momento sinto-me: estranha

Publicado por ▌║●๋•ßαby♥Kαтε às 18:45
Link do post | comentar | Ver comentários (6) | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009
<3

Amar quem nos ama é dar utilidade ao tempo e à existência. É deixarmo-nos levar pela onda mais azul e cristalina, que apesar de salgada tem uma beleza inexplicável, indescritível!

Amar nunca é uma perda de tempo. A vida ensinou-me que perda de tempo é preocuparmo-nos exaustivamente com pessoas de quem gostamos mas que não gostam de nós. É inevitável gostarmos de algumas pessoas que não merecem, que nos desapontam, que dizem que são amigas e nunca se portam como tal ou que nem sequer fingem que gostam de nós porque por e simplesmente não gostam! Mas preocuparmo-nos e darmos a mão a essas pessoas é uma escolha nossa: uma escolha que muitas vezes a nossa cabeça não aceita mas que o nosso coração não consegue deixar de fazer!

A verdade é que á medida que o tempo passa, vejo que se tivesse tomado todas as decisões da minha vida com a cabeça, não me tinha prejudicado tantas vezes mas provavelmente também não seria tão feliz, não teria comigo pessoas tão especiais e tão merecedoras da importância que têm na minha vida! Tenho muitos defeitos que admito, mas também sei ver as minhas qualidades, e uma delas é nítida e opinião de todos os que me conhecem: tenho um grande coração! E não me arrependo de o ter escutado em toda a minha vida, aliás, tenho pena daquelas pessoas reles e mimadas que têm sempre muito mais orgulho que coração. Sim, porque ser orgulhoso é incompatível com entender a vida e regê-la sentindo cada batida deste órgão. Ser orgulhoso é ter um coração escondido, um coração aprisionado, um coração que quer amar e não pode em nome desse demónio que é mais forte: o orgulho! Gostar de pessoas orgulhosas é complicado! Especialmente porque o orgulho está associado inevitavelmente ao culto do “eu” acima do amor aos outros, ou seja, todas as pessoas orgulhosas se acham mais importantes que aquilo que realmente são, vivem na ilusão de que são melhores que os outros e que por isso são sempre os outros que têm de dar o braço a torcer. E mesmo quando os outros dão o braço a torcer, são incapazes de admitirem os seu erros e muito frequentemente têm uma grande incapacidade de perdoar, de pedir desculpa, em suma: de crescer!

Eu não escondo os meus sentimentos, eu não abafo os gritos que tenho dentro de mim, não sou cínica; eu não calo o meu coração, deixo-o sempre falar por mim. E muitas vezes as pessoas não gostam da minha sinceridade, não aceitam as duras verdades que ouvem da minha boca, porque não querem admitir certas falhas por saberem que não têm coragem de se corrigirem. Geralmente as pessoas vêm a minha honestidade, que é das maiores provas de amizade, como forma de as julgar, como forma de as criticar, como forma de as fazer cair em vez de verem que a verdade tem de ser aceite para que as pessoas se possam levantar, crescer e melhorar. Com muita pena minha, a sinceridade, o amor, a amizade verdadeira continuam a ser penalizados em função de pessoas falsas, interesseiras, sem conteúdo, sem sentimentos que continuam a ser idolatradas! É muito mais confortável escutar e crer em mentiras que nos agradem e que nos elevem, que em duras verdades que nos fazem sofrer!

O mundo é assim, que posso eu fazer? Nada! Mas a verdade é que luto desesperadamente desde sempre e para sempre por um mundo melhor, mais puro e perfeito! Sei que o mundo depende das pessoas que ainda são demasiado indignas e podres. É isso que tento mudar. Talvez um dia este nada que hoje faço seja tudo amanhã, é esta a esperança que me move. Porque ainda acredito nas pessoas, acredito que podem vir a abrir os olhos e que a sua capacidade de amar e de ver será voltada para causas mais nobres e para aqueles que realmente merecem. Um dia tudo vai mudar! A verdade há-de vir ao de cima. Esse é o meu momento! O momento em que todos vão finalmente entender as minhas atitudes. E nesse dia que promete estar ainda distante, tudo o que era visto como errado e mau estará certo. E para os mais desprovidos de cérebro, a Cátia deixará de ser a vilã do filme, para ficar com o papel da pessoa anónima que apontou o dedo aos verdadeiros vilãs do mundo.

O amor é o caminho!

 


Neste momento sinto-me: satisfeita comigo
Estou a ouvir: il divo

Publicado por ▌║●๋•ßαby♥Kαтε às 11:47
Link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 24 de Abril de 2009
About me...


Publicado por ▌║●๋•ßαby♥Kαтε às 21:55
Link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 23 de Março de 2009
Sinto que mereço mais...

Não me sinto uma pessoa…não vejo em mim uma utilidade, uma razão para existir…

Não entendo este mundo que me rodeia, ainda ontem era tão feliz e hoje é tão triste, tão triste…profundamente triste…um abismo de tristeza!

E este sitio horrendo…que me roubou o sorriso mais genuíno e sentido e no seu lugar deixou…lábios secos sem expressão…

Já nem sei o que chorar! Choro tanto tanto mas parece sempre pouco relativamente ao que me aperta o coração…

Culpa…minha, TUA, DELE…culpar é fácil mas não faz sentido…e mesmo que haja culpa, prefiro não descobrir de quem é. Porque se for minha voltarei a chorar, se for tua afogar-me-ei em lágrimas, se for dele chorarei exactamente as mesmas quantidades que me fez chorar, todos os dias, desde que nasci…

Tenho saudades de ser a filha preferida, a afilhada preferida, a neta preferida, a sobrinha preferida, a prima preferida…tenho saudades de ser o centro das atenções da família: o exemplo de menina, a invejável! Tenho saudades dos mimos, da atenção, da importância que tive… tenho saudades dos meus amigos, de tudo o que vivi com eles…tenho saudades de me sentir um bocadinho importante para TI…mas as saudades maiores são do que fui nos meus sonhos…sonhos demasiado ambiciosos para serem realizados em vida por uma…mulher?menina?... sonhos que ninguém quis realizar…as vozes que todos ouviram e ninguém quis escutar, sonhos grandes e impossíveis, sonhos que se resumem à palavra que sempre desejei possuir e que jamais poderei tocar: AMOR!

Sempre foi a minha ambição, a minha luta, o meu objectivo, a resposta a todos os “porquês” da minha vida…sempre foi o meu sofrimento, a minha desilusão… nunca o tive como o dei, nunca mo tentaram dar como o dei…porque nunca me amaram como eu amo, nunca ME amaram como eu gostaria, como eu quero, como eu NECESSITO!!!

O amor é a droga que me corre nas veias sem alguma vez ter sido injectado! Quero-o mais que tudo e tudo daria para o poder sentir…porque sem ele morrerei presa a este meu mundo, que só eu entendo, que ninguém vê, que ninguém sabe ser… triste, tão triste…profundamente triste…um abismo de tristeza!

 


Neste momento sinto-me:

Publicado por ▌║●๋•ßαby♥Kαтε às 03:12
Link do post | comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos